16 de junho de 2011

não há definição para o que sinto


O amor não se define. Vive-se, experimenta-se no mais fundo de nós mas nunca se consegue verbalizar de modo que todos os entendam porque a nossa linguagem humana é demasiado superficial e imperfeita para o fazer ... É algo tão forte e profundo que nos faz viver momentos especiais, ocasiões únicas como todas as outras mas mais únicas que todas elas.
Não sabemos dizer, nem explicar o porquê ... desde e como apareceu e se tornou tão importante.
Cada um tem a sua maneira de o demonstrar por vezes, pode não ser a mais desejada mas isso não implica que o amor não seja recíproco ...

2 comentários:

  1. oh, como tens tanta razão .. gostei (:

    ResponderEliminar
  2. mas as vezes magoa quando nao é demonstrado da forma desejada, ficamos com duvidas se ele estara lá.

    ResponderEliminar