4 de fevereiro de 2012

frio avassalador


Este frio avassalador têm-me arrefecido o corpo, queimado os lábios e têm-me congelado as emoções quentes que costumava transmitir aos outros. Metaforicamente ou não, a verdade é que no momento em que as temperaturas geladas chegaram, os meus problemas surgiram. Um poderoso nervosismo apoderou-se da minha cabeça, da minha consciência e fez-me perder a felicidade e alegria que continha.
Trabalhos e mais trabalhos foram aparecendo e a minha cabeça foi ficando cheia, cheia, cheia até ao ponto de rebentar. Expulsei todas as más vibrações (finalmente) após uma semana intensa e stressada. Agora vou respirar fundo, recompor-me, sorrir e abraçar todos aqueles que acarretaram com esta minha semana de terror ...

2 comentários: